"HOMICIDA": ESTUDANDO ESSE TERMO DENTRO DO 'CONTEXTO': DEUTERONÔMIO 32,39! E JOÃO 8,44! PROVO QUE NADA TEM EM HAVER:

HOMICIDA:

Estudo de Palavra da Bíblia

Definição

Links

Dicionário da Bíblia de Almeida 2ª ed.: HOMICIDA

Concordância | RAStr

Almeida Revista e Atualizada, com números de Strong

homicida (35), homicidas (2)

Núm 35:6

 Das cidades, pois, que dareis aos levitas, seis haverá de refúgio, as quais dareis para que, nelas, se acolha o homicida; além destas, lhes dareis quarenta e duas cidades.

H7523

Núm 35:11

 escolhei para vós outros cidades que vos sirvam de refúgio, para que, nelas, se acolha o homicida que matar alguém involuntariamente.

H7523

Núm 35:12

 Estas cidades vos serão para refúgio do vingador do sangue, para que o homicida não morra antes de ser apresentado perante a congregação para julgamento.

H7523

Núm 35:16

 Todavia, se alguém ferir a outrem com instrumento de ferro, e este morrer, é homicida; o homicida será morto.

H7523, H7523

Núm 35:17

 Ou se alguém ferir a outrem, com pedra na mão, que possa causar a morte, e este morrer, é homicida; o homicida será morto.

H7523, H7523

Núm 35:18

 Ou se alguém ferir a outrem com instrumento de pau que tiver na mão, que possa causar a morte, e este morrer, é homicida; o homicida será morto.

H7523, H7523

Núm 35:19

 O vingador do sangue, ao encontrar o homicida, matá-lo-á.

H7523

Núm 35:21

 ou, por inimizade, o ferir com a mão, e este morrer, será morto aquele que o feriu; é homicida; o vingador do sangue, ao encontrar o homicida, matá-lo-á.

H7523, H7523

Núm 35:25

 e livrará o homicida da mão do vingador do sangue, e o fará voltar à sua cidade de refúgio, onde se tinha acolhido; ali, ficará até à morte do sumo sacerdote, que foi ungido com o santo óleo.

H7523

Núm 35:26

 Porém, se, de alguma sorte, o homicida sair dos limites da sua cidade de refúgio, onde se tinha acolhido,

H7523

Núm 35:27

 e o vingador do sangue o achar fora dos limites dela, se o vingador do sangue matar o homicida, não será culpado do sangue.

H7523

Núm 35:28

 Pois deve ficar na sua cidade de refúgio até à morte do sumo sacerdote; porém, depois da morte deste, o homicida voltará à terra da sua possessão.

H7523

Núm 35:31

 Não aceitareis resgate pela vida do homicida que é culpado de morte; antes, será ele morto.

H7523

Deut 4:42

 para que se acolhesse ali o homicida que matasse, involuntariamente, o seu próximo, a quem, dantes, não tivesse ódio algum, e se acolhesse a uma destas cidades e vivesse:

H7523

Deut 19:3

 Preparar-te-ás o caminho e os limites da tua terra que te fará possuir o Senhor, teu Deus, dividirás em três; e isto será para que nelas se acolha todo homicida.

H7523

Deut 19:4

 Este é o caso tocante ao homicida que nelas se acolher, para que viva: aquele que, sem o querer, ferir o seu próximo, a quem não aborrecia dantes.

H7523

Deut 19:6

 para que o vingador do sangue não persiga o homicida, quando se lhe enfurecer o coração, e o alcance, por ser comprido o caminho, e lhe tire a vida, porque não é culpado de morte, pois não o aborrecia dantes.

H310, H7523

Jos 20:3

 para que fuja para ali o homicida que, por engano, matar alguma pessoa sem o querer; para que vos sirvam de refúgio contra o vingador do sangue.

H7523

Jos 20:5

 Se o vingador do sangue o perseguir, não lhe entregarão nas mãos o homicida, porquanto feriu a seu próximo sem querer e não o aborrecia dantes.

H7523

Jos 20:6

 Habitará, pois, na mesma cidade até que compareça em juízo perante a congregação, até que morra o sumo sacerdote que for naqueles dias; então, tornará o homicida e voltará à sua cidade e à sua casa, à cidade de onde fugiu.

H7523

Jos 21:13

 Assim, aos filhos de Arão, o sacerdote, deram Hebrom, cidade de refúgio do homicida, com seus arredores, Libna com seus arredores,

H7523

Jos 21:21

 Deram-lhes Siquém, cidade de refúgio do homicida, com seus arredores, na região montanhosa de Efraim, Gezer com seus arredores,

H7523

Jos 21:27

 Aos filhos de Gérson, das famílias dos levitas, deram, em Basã, da tribo de Manassés, Golã, a cidade de refúgio para o homicida, com seus arredores, e Beesterá com seus arredores; ao todo, duas cidades.

H7523

Jos 21:32

 Da tribo de Naftali, deram, na Galiléia, Quedes, cidade de refúgio para o homicida, com seus arredores, Hamote-Dor com seus arredores e Cartã com seus arredores; ao todo, três cidades.

H7523

Jos 21:38

 Da tribo de Gade, deram, em Gileade, Ramote, cidade de refúgio para o homicida, com seus arredores, Maanaim com seus arredores,

H7523

2Reis 6:32

 Estava, porém, Eliseu sentado em sua casa, juntamente com os anciãos. Enviou o rei um homem de diante de si; mas, antes que o mensageiro chegasse a Eliseu, disse este aos anciãos: Vedes como o filho do homicida mandou tirar-me a cabeça? Olhai, quando vier o mensageiro, fechai-lhe a porta e empurrai-o com ela; porventura, não vem após ele o ruído dos pés de seu senhor?

H7523

Jó 24:14

 De madrugada se levanta o homicida,  mata ao pobre e ao necessitado,  e de noite se torna ladrão.

H7523

Is 1:21

 Como se fez prostituta a cidade fiel! Ela, que estava cheia de justiça! Nela, habitava a retidão, mas, agora, homicidas.

H7523

João 8:44

 Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.

G443

At 3:14

 Vós, porém, negastes o Santo e o Justo e pedistes que vos concedessem um homicida.

G5406, G435

1Tim 1:9

 tendo em vista que não se promulga lei para quem é justo, mas para transgressores e rebeldes, irreverentes e pecadores, ímpios e profanos, parricidas e matricidas, homicidas,

G409

 

NÃO ENTENDI? O QUE? O TERMO, ‘HOMICIDA’, NÃO ESTÁ NA PASSAGEM DE DEUTERONÔMIO 32,39?! POR QUE SERÁ?

Dt 32:

39 Vede, agora, que Eu Sou, Eu somente,

 e mais nenhum deus além de mim;

 eu mato e eu faço viver;

 eu firo e eu saro;

 e não há quem possa livrar alguém da minha mão.

[1]

39 Eu Sou, Eu somente. Sl 102.27; Is 41.4; Is 45.5,18,22; Is 46.4; Is 48.12; Hb 1.12; Ap 1.11; Ap 2.8 nenhum deus além de mim. 4.35; Is 45.5,18,22 eu mato. 1Sm 2.6; 2Rs 5.7; Jó 5.18; Sl 68.20; Is 43.13; Os 6.1; Jo 8.24; Ap 1.17-18 não há quem possa livrar. Jó 10.7; Sl 50.22; Is 43.13; Mq 5.8 [2]

 

VAMOS ESTUDAR ESSE TERMO: “HOMICIDA”:

07523 רצח ratsach

uma raiz primitiva; DITAT - 2208; v.

1) matar, assassinar, cometer homicídio

1a) (Qal) assassinar

1a1) premeditado

1a2) por acidente

1a3) como vingador

1a4) assassino (intentional) (particípio)

1b) (Nifal) ser morto

1c) (Piel)

1c1) matar, assassinar

1c2) homicida, assassino (particípio) (substantivo)

1d) (Pual) ser morto

[3]

0310 אחר ’achar

procedente de 309; DITAT - 68b, 68c; adv prep conj subst

1) depois de, atrás (referindo-se a lugar), posterior,

depois (referindo-se ao tempo)

1a) como um advérbio

1a1) atrás (referindo-se a lugar)

1a2) depois (referindo-se a tempo)

1b) como uma preposição

1b1) atrás, depois (referindo-se a lugar)

1b2) depois (referindo-se ao tempo)

1b3) além de

1c) como uma conjunção

1c) depois disso

1d) como um substantivo

1d1) parte posterior

1e) com outras preposições

1e1) detrás

1e2) do que segue

[4]

0310 אחר ’achar

procedente de 309; DITAT - 68b, 68c; adv prep conj subst

1) depois de, atrás (referindo-se a lugar), posterior,

depois (referindo-se ao tempo)

1a) como um advérbio

1a1) atrás (referindo-se a lugar)

1a2) depois (referindo-se a tempo)

1b) como uma preposição

1b1) atrás, depois (referindo-se a lugar)

1b2) depois (referindo-se ao tempo)

1b3) além de

1c) como uma conjunção

1c) depois disso

1d) como um substantivo

1d1) parte posterior

1e) com outras preposições

1e1) detrás

[5]

443 ανθρωποκτονος anthropoktonos

de 444 e kteine (matar, destruir); adj

1) matador, assassino

Sinônimos ver verbete 5811 e 5889

[6]

444 ανθρωπος anthropos

de 435 e ops (o semblante, de 3700); com cara de homem, i.e. um ser humano;

TDNT - 1:364,59; n m

1) um ser humano, seja homem ou mulher

1a) genericamente, inclui todos os indivíduos humanos

1b) para distinguir humanos de seres de outra espécie

1b1) de animais e plantas

1b2) de Deus e Cristo

1b3) dos anjos

1c) com a noção adicionada de fraqueza, pela qual o homem é conduzido ao erro ou induzido a pecar

1d) com a noção adjunta de desprezo ou piedade desdenhosa

1e) com referência às duas natureza do homem, corpo e alma

1f) com referência à dupla natureza do homem, o ser corrupto e o homem verdadeiramente cristão, que se conforma à natureza de Deus

1g) com referência ao sexo, um homem

2) de forma indefinida, alguém, um homem, um indivíduo

3) no plural, povo

4) associada com outras palavras, ex. homem de negócios

[7]

435 ανερ aner

uma palavra primária cf 444; TDNT - 1:360,59; n m

1) com referência ao sexo

1a) homem

1b) marido

1c) noivo ou futuro marido

2) com referência a idade, para distinguir um homem de um garoto

3) qualquer homem

4) usado genericamente para um grupo tanto de homens como de mulheres

[8]

444 ανθρωπος anthropos

de 435 e ops (o semblante, de 3700); com cara de homem, i.e. um ser humano;

TDNT - 1:364,59; n m

1) um ser humano, seja homem ou mulher

1a) genericamente, inclui todos os indivíduos humanos

1b) para distinguir humanos de seres de outra espécie

1b1) de animais e plantas

1b2) de Deus e Cristo

1b3) dos anjos

1c) com a noção adicionada de fraqueza, pela qual o homem é conduzido ao erro ou induzido a pecar

1d) com a noção adjunta de desprezo ou piedade desdenhosa

1e) com referência às duas natureza do homem, corpo e alma

1f) com referência à dupla natureza do homem, o ser corrupto e o homem verdadeiramente cristão, que se conforma à natureza de Deus

1g) com referência ao sexo, um homem

2) de forma indefinida, alguém, um homem, um indivíduo

3) no plural, povo

4) associada com outras palavras, ex. homem de negócios

[9]

3700 οπτανομαι optanomai ou οπτομαι optomai

(voz média) forma prolongada da palavra primária (voz média) οπτομαι optomai, que é usada em seu lugar em determinados tempos, e ambas como substitutas de 3708; TDNT - 5:315,706; v

1) olhar para, ver

2) permitir-se ser visto, aparecer

[10]

3708 οραω horao

propriamente, fitar [cf 3700]; TDNT - 5:315,706; v

1) ver com os olhos

2) ver com a mente, perceber, conhecer

3) ver, i.e., tornar-se conhecido pela experiência, experimentar

4) ver, olhar para

4a) dar atênção a, tomar cuidado

4b) cuidar de, dar atênção a

5) Eu fui visto, mostrei-me, tornei-me visível

Sinônimos ver verbete 5822

[11]

5822 - Sinônimos

Ver Definição para blepo 991

Ver Definição para horao 3708

Ver Definição para skopeo 4648

Compare: 991, 3708

3708 dá proeminência à mente perspicaz, 991 a um modo ou ponto em particular. Quando o lado físico desaparece, 3708 denota percepção em geral (como resultante principalmente da visão), estando a proeminência no elemento mental.

Por outro lado, quando o lado físico não é considerado, 991 tem um sentido puramente externo.

Compare: 991, 4648

4648 é mais expositivo que 991, freqüentemente significando “examinar, observar”. Quando o sentido físico desaparece, “fixar (a mente) os olhos em alguém, dirigir a atênção a” algo, a fim de pegá-lo, ou devido ao interesse nele, ou responsabilidade para com ele. Por conseguinte, com freqüência significa “ter a intenção de, cuidar para, etc.”

[12]

991 βλεπω blepo

um palavra primária; TDNT - 5:315,706; v

1) ver, discernir, através do olho como orgão da visão

1a) com o olho do corpo: estar possuído de visão, ter o poder de ver

1b) perceber pelo uso dos olhos: ver, olhar, avistar

1c) voltar o olhar para algo: olhar para, considerar, fitar

1d) perceber pelos sentidos, sentir

1e) descobrir pelo uso, conhecer pela experiência

2) metáf. ver com os olhos da mente

2a) ter (o poder de) entender

2b) discernir mentalmente, observar, perceber, descobrir, entender

2c) voltar os pensamentos ou dirigir a mente para um coisa, considerar, contemplar, olhar para, ponderar cuidadosamente, examinar

3) sentido geográfico de lugares, montanhas, construções, etc.: habilidade de localizar o que se está buscando

Sinônimos ver verbete 5822

[13]

5811 - Sinônimos

Ver Definição para anthropoktonos 443

Ver Definição para sikarios 4607

Ver Definição para phoneus 5406

5606 qualquer “homicida”, — o tipo do qual 4607 “o assassino” é um tipo especial; enquanto 443 tem no NT uma ênfase especial

[14]

4607 σικαριος sikarios

de origem latina; TDNT - 7:278,1026; n m

1) assassino

1a) alguém que leva uma adaga ou espada curta sob suas vestes, de tal forma que possa matar secreta e traiçoeiramente qualquer pessoa

1b) degolador

Sinônimos ver verbete 5811 e 5889

[15]

5406 φονευς phoneus

de 5408; n m

1) assassino, criminoso, homicida

Sinônimos ver verbete 5811 e 5889

[16]

435 ανερ aner

uma palavra primária cf 444; TDNT - 1:360,59; n m

1) com referência ao sexo

1a) homem

1b) marido

1c) noivo ou futuro marido

2) com referência a idade, para distinguir um homem de um garoto

3) qualquer homem

4) usado genericamente para um grupo tanto de homens como de mulheres

[17]

409 ανδροφονος androphonos

de 435 e 5408; n m

1) assassino

[18]

 

BEM, O QUE NOS INTERESSA MESMO NESSE ESTUDO É A PASSAGEM DE:

João 8:44

 Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.

G443

 

ENTÃO, VAMOS ESTUDAR UM POUCO ESSA PASSAGEM:

44 Vós sois do diabo, a  que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio b  e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.[19]

 

VAMOS ESTUDAR O TEXTO DENTRO DO CONTEXTO (NA CONCORDÂNCIA TEMÁTICA):

44 sois. 38,41; 6.70; Gn 3.15; Mt 13.38; At 13.10; 1Jo 3.8-10,12 Ele foi. Gn 3.3-7; 1Rs 22.22; 1Cr 21.1; Tg 4.1-7; 1Pe 5.8; Ap 2.10; Ap 9.11; Ap 13.6-8; Ap 20.7-9 jamais se firmou. 2Pe 2.4; Jd 6 Quando. Gn 3.4,5; 2Cr 18.20-22; Jó 1.11; Jó 2.4-6; At 5.3; At 13.10; 2Co 11.3; 2Co 11.13-15; 2Ts 2.9-11; Ap 12.9; Ap 13.14; Ap 20.2,3,10; Ap 21.8; Ap 22.15

[20]

VAMOS ESTUDAR CADA VERSÍCULO ABREVIADAMENTE E VERMOS PARA ONDE NOS LEVA A FALA DO FILHO QUANTO AO ‘DIABO’:

38 Eu falo das coisas que vi junto de meu Pai; vós, porém, fazeis o que vistes em vosso pai.[21]

41 Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe eles: Nós não somos bastardos; temos um pai, que é Deus. z[22]

38 falo. 26; 3.32; 5.19,30; 12.49,50; 14.10,24; 17.8 vós, porém, fazeis. 41,44; Mt 3.7; 1Jo 3.8-10 [23]

41 fazeis. 38,44 Nós não somos. Is 57.3-7; Ez 23.45-47; Os 1.2; Os 2.2-5; Ml 2.11 temos. Êx 4.22; Dt 14.1; Is 63.16; Is 64.8; Jr 3.19; Jr 31.20; Ez 16.20,21; Ml 1.6 [24]

70 Replicou-lhes Jesus: Não vos escolhi eu em número de doze? h  Contudo, um de vós é diabo.[25]

70 Não vos escolhi. 64; 13.18; 17.12; Mt 10.1-4; Lc 6.13-16; At 1.17 um. 8.44; 13.2,21,27; At 13.10; 1Jo 3.8; Ap 3.9,10 o diabo. 1Tm 3.11; Tt 2.3 Gr. [26]

 

15 Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. g[27]

15 inimizade. Nm 21.6,7; Am 9.3; Mc 16.18; Lc 10.19; At 28.3-6; Rm 3.13 tua descendência. Mt 3.7; Mt 12.34; Mt 13.38; Mt 23.33; Jo 8.44; At 13.10; 1Jo 3.8,10 seu descendente. Sl 132.11; Is 7.14; Jr 31.22; Mq 5.3; Mt 1.23,25; Lc 1.31-35,76; Gl 4.4 Este te ferirá. Rm 16.20; Ef 4.8; Cl 2.15; Hb 2.14,15; 1Jo 3.8; 1Jo 5.5; Ap 12.7,8,17; Ap 20.1-3,10 tu lhe ferirás. 49.17; Is 53.3,4,12; Dn 9.26; Mt 4.1-10; Lc 22.39-44,53; Jo 12.31-33; Jo 14.30,31; Hb 2.18; Hb 5.7; Ap 2.10; Ap 12.9-13; Ap 13.7; Ap 15.1-6; Ap 20.7,8 [28]

 

38 o campo é o mundo; a boa semente são os filhos do reino; o joio são os filhos do maligno; q[29]

38 campo. 24.14; 28.18-20; Mc 16.15-20; Lc 24.47; Rm 10.18; Rm 16.26; Cl 1.6; Ap 14.6 a boa. Sl 22.30; Is 53.10; Os 2.23; Zc 10.8,9; Jo 1.12,13; Jo 12.24; Rm 8.17; Tg 1.18; Tg 2.5; 1Pe 1.23; 1Jo 3.2,9 os filhos do maligno. 19; Gn 3.15; Jo 8.44; At 13.10; Fp 3.18,19; 1Jo 3.8,10 [30]

10 Ó filho do diabo, m  cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perverter os retos caminhos do Senhor? n[31]

10 Ó filho do. Gn 3.15; Mt 13.38; Jo 8.44; 1Jo 3.8 cheio. 8.20-23; Ec 9.3; Mt 3.7; Mt 15.19; Mt 23.25-33; Lc 11.39; 2Co 11.3 não. 20.30; Jr 23.36; Mt 23.13; Lc 11.52; Gl 1.7 os retos. 18.25,26; Gn 18.19; 2Cr 17.6; Os 14.9; Jo 1.23 [32]

 

8 Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. i  Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo. j

9 Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus.

10 Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão.

[33]

8 Aquele que. 10; 5.19; Gr.Mt 13.38; Jo 8.44; Ef 2.2 porque. 2Pe 2.4; Jd 6 Para isto. 5; Gn 3.15; Is 27.1; Mc 1.24; Lc 10.18; Jo 12.31; Jo 16.11; Rm 16.20; Cl 2.15; Hb 2.14; Ap 20.2,3,10,15

9 nascido. 2.29; 4.7; 5.1,4,18; Jo 1.13 pois. Jó 19.28; 1Pe 1.23 esse. Mt 7.18; At 4.20; Rm 6.2; Gl 5.17; Tt 1.2

10 os filhos de Deus. 5.2; Lc 6.35; Rm 8.16,17; Ef 5.1 e. Mt 13.38; Jo 8.44; At 13.10 todo aquele. 7,8; 2.29 não. 4.3,4,6; 5.19; Jo 8.47; 3Jo 11 nem. 14,15; 2.9,10; 4.8,21

[34]

12 não segundo Caim, que era do Maligno e assassinou a seu irmão; m  e por que o assassinou? Porque as suas obras eram más, e as de seu irmão, justas.[35]

12 segundo. Gn 4.4-15,25; Hb 11.4; Jd 11 do. 8; 2.13,14; Mt 13.19,38 e. 1Sm 18.14,15; 1Sm 19.4,5; 1Sm 22.14-16; Sl 37.12; Pv 29.27; Mt 27.23; Jo 10.32; Jo 15.19-25; Jo 18.38-40; At 7.52; 1Ts 2.14; 1Pe 4.4; Ap 17.6 e as de. Mt 23.35; Lc 11.51; Hb 11.4; Hb 12.24 [36]

 

3 mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais.

4 Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis.

5 Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal.

6 Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu. c

7 Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, d  coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si.

[37]

3 mas. 2.16,17 tocareis. 20.6; Êx 19.12,13; 1Cr 16.22; Jó 1.11; Jó 2.5; Jó 19.21; 1Co 7.1; 2Co 6.17; Cl 2.21

4 serpente. Jo 8.44 (Vós). 13; Dt 29.19; 2Rs 1.4,6,16; 2Rs 8.10; Sl 10.11; 2Co 2.11; 2Co 11.3; 1Tm 2.14

5 Deus. Êx 20.7; 1Rs 22.6; Jr 14.13,14; Jr 28.2,3; Ez 13.2-6,22; 2Co 11.3; 2Co 11.13-15 (vossos). 7,10; Mt 6.23; At 26.18 como Deus. Êx 5.2; 2Cr 32.15; Sl 12.4; Ez 28.2,9; Ez 29.3; Dn 4.30; Dn 6.7; At 12.22,23; 2Co 4.4; 2Ts 2.4; Ap 13.4,14 conhecedores. 22; 2.17

6 vendo. Js 7.21; Jz 16.1,2 agradável. Heb. um desejo. Ez 24.16,21,25 aos olhos. 6.2; 39.7; Js 7.21; 2Sm 11.2; Jó 31.1; Mt 5.28; 1Jo 2.16 e comeu. 1Tm 2.14 e ele comeu. 12,17; Os 6.7, marg.; Rm 5.12-19

7 Abriram-se, então. 5; Dt 28.34; 2Rs 6.20; Lc 16.23 percebendo. 10,11; 2.25 (eles). Jó 9.29-31; Is 28.20; Is 59.6 cintas. ou, algo que os cingisse.

[38]

 

22 Respondeu ele: Sairei e serei espírito mentiroso na boca de todos os seus profetas. Disse o Senhor: Tu o enganarás e ainda prevalecerás; sai e faze-o assim.

[39]

22 serei espírito mentiroso. Jó 1.8-11; Jó 2.4-6; Jo 8.44; At 5.3,4; 2Ts 2.9,10; 1Tm 4.1; 1Jo 4.6; Ap 12.9,10; Ap 13.14; Ap 16.13,14; Ap 20.3,7,10 Tu o enganarás. 20; Jz 9.23; Jó 12.16; Sl 109.17; 2Ts 2.10-12; Ap 17.17 [40]

 

1 Então, Satanás a  se levantou contra Israel e incitou a Davi a levantar o censo de Israel.[41]

21

1 Davi, tentado por Satanás, obriga Joabe a contar o povo.

5 Feita a contagem do povo, Davi se arrepende.

9 Deus propôs a Davi a escolha de um de três castigos; ele escolhe a peste.

14 Após a morte de setenta mil, arrependido, Davi impede a destruição de Jerusalém.

18 Segundo a palavra de Gade, Davi adquire uma eira de Ornã; ali constrói um altar; Deus dá sinal do seu favor através de fogo e cessa a peste.

28 Davi oferece sacrifícios, e não vai a Gibeão por temor do Anjo.

1 2987 A.M.; 1017 a.C.; 474 An. Ex. Is. Satanás. 2Sm 24.1; 1Rs 22.20-22; Jó 1.6-12; Jó 2.1,4-6; Zc 3.1; Mt 4.3; Lc 22.31; Jo 13.2; At 5.3; Tg 1.13; Ap 12.10 e incitou a Davi. Lc 11.53; Hb 10.24

[42]

1 De onde procedem guerras e contendas que há entre vós? De onde, senão dos prazeres que militam na vossa carne?

2 Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis;

3 pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres.

4 Infiéis, a  não compreendeis que a amizade do mundo b  é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.

5 Ou supondes que em vão afirma a Escritura:

 É com ciúme que por nós anseia o Espírito, que ele fez habitar em nós? c

6 Antes, ele dá maior graça; pelo que diz:

 Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. d

7 Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. e

[43]

4

1 Devemos lutar contra a avareza;

4 contra a falta de moderação;

5 contra o orgulho;

11 contra a maledicência e o julgar aos outros;

13 e não devemos confiar no sucesso de negócios terrenos, mas ter em mente a incerteza desta vida e, portanto, confiar a nós mesmos e os nossos negócios à providência de Deus.

1 De onde. 3.14-18 contendas. ou, brigas. senão dos. 1.14; Gn 4.5-8; Jr 17.9; Mt 15.19; Mc 7.21-23; Jo 8.44; Rm 8.7; 1Tm 6.4-10; Tt 3.3; 1Pe 1.14; 1Pe 2.11; 1Pe 4.2,3; 2Pe 2.18; 2Pe 3.3; 1Jo 2.15-17; Jd 16-18 prazeres. ou, cobiça. 3 na. Rm 7.5,23; Gl 5.17; Cl 3.5

2 Cobiçais. 5.1-5; Pv 1.19; Ec 4.8; Hc 2.5; 1Tm 6.9,10 matais e invejais, e nada. 1.5; Is 7.12; Mt 7.7,8; Lc 11.9-13; Jo 4.10; Jo 16.24

3 pedis e. 1.6,7; Jó 27.8-10; Jó 35.12; Sl 18.41; Sl 66.18,19; Pv 1.28; Pv 15.8; Pv 21.13,27; Is 1.15,16; Jr 11.11,14; Jr 14.12; Mq 3.4; Zc 7.13; Mt 20.22; Mc 10.38; 1Jo 3.22; 1Jo 5.14 esbanjardes. Lc 15.13,30; Lc 16.1,2 prazeres. ou, desejos. 1

4 Infiéis. Sl 50.18; Sl 73.27; Is 57.3; Jr 9.2; Os 3.1; Mt 12.39; Mt 16.4 a amizade. Jo 7.7; Jo 15.19,23; Jo 17.14; 1Jo 2.15,16 inimiga. Gn 3.15; Rm 8.7 Aquele, pois. Gl 1.10 constitui-se. Sl 21.8; Lc 19.27; Jo 15.23,24; Rm 5.10

5 a Escritura. Jo 7.42; Jo 10.35; Jo 19.37; Rm 9.17; Gl 3.8 com ciúme. ou, invejosamente. o Espírito. Gn 4.5,6; Gn 6.5; Gn 8.21; Gn 26.14; Gn 30.1; Gn 37.11; Nm 11.29; Sl 37.1; Sl 106.16; Pv 21.10; Ec 4.4; Is 11.13; At 7.9; Rm 1.29; Tt 3.3

6 Deus. Êx 10.3,4; Êx 15.9,10; Êx 18.11; 1Sm 2.3; Jó 22.29; Jó 40.10-12; Sl 138.6; Pv 3.34; Pv 6.16,17; Pv 29.23; Is 2.11,12,17; Is 10.8-14; Is 16.6,7; Dn 4.37; Dn 5.20-23; Mt 23.12; Lc 1.52; Lc 14.11; Lc 18.14; 1Pe 5.5 dá graça. 2Cr 32.26; 2Cr 33.12,19,23; 2Cr 34.27; Jó 22.29; Sl 9.12; Pv 15.33; Pv 18.12; Pv 22.4; Is 57.15

7 Sujeitai-vos. 1Sm 3.18; 2Sm 15.26; 2Rs 1.13-15; 2Cr 30.8; 2Cr 33.12,13; Jó 1.21; Jó 40.3-5; Jó 42.1-6; Sl 32.3-5; Sl 66.3; Sl 68.30; Jr 13.18; Dn 4.25,32,34-37; Mt 11.29; At 9.6; At 16.29-31; At 26.19; Rm 10.3; Rm 14.11; Ef 5.21; Hb 12.9; 1Pe 2.13 resisti. Mt 4.3-11; Lc 4.2-13; Ef 4.27; Ef 6.11,12; 1Pe 5.8,9; Ap 12.9-11

[44]

 

8 Sede sóbrios e vigilantes. l  O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar;[45]

8 sóbrios. 1.13; 4.7; Mt 24.48-50; Lc 12.45,46; Lc 21.34,36; Rm 13.11-13; 1Ts 5.6-8; 1Tm 2.9,15; 1Tm 3.2,11; Tt 1.8; Tt 2.2,4,6,12 O diabo. Et 7.6; Jó 1.6; Jó 2.2; Sl 109.6, marg.; Is 50.8; Zc 3.1; Lc 22.31 vosso adversário. Mt 4.1,11; Mt 13.39; Mt 25.41; Jo 8.44; Ef 4.27; Ef 6.11; Tg 4.7; 1Jo 3.8-10; Ap 12.9; Ap 20.2,10 como. Jz 14.5; Sl 104.21; Pv 19.12; Pv 20.2; Is 5.29,30; Is 14.12,13; Jr 2.15; Jr 51.38; Ez 19.7; Os 11.10; Jl 3.16; Am 1.2; Am 3.4,8; Zc 11.3; 2Tm 4.17; Ap 12.12 procurando. Jó 1.7; Jó 2.2 devorar. Ez 22.25; Dn 6.24; Os 13.8 [46]

 

10 Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. m  Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa n  da vida.[47]

10 Não temas. Mt 10.22 tens. Dn 3.16-18; Mt 10.28; Lc 12.4-7 o diabo. 12.9-11; 13.2,7,15-17; Lc 21.12; Jo 13.2,27; Ef 2.2; Ef 6.12; 1Pe 5.8 tereis. 9 dez dias. Hc 2.3; 1Pe 1.6,7 Sê fiel. 12.11; Mt 10.22; Mt 24.13; Mc 8.35; Mc 13.13; Lc 21.16-19; Jo 12.25; At 20.24; At 21.13; 2Tm 4.7,8 a coroa. 3.11; Tg 1.12; 1Pe 5.4 [48]

 

11 e tinham sobre eles, como seu rei, o anjo do abismo, cujo nome em hebraico é Abadom, e em grego, Apoliom. i

[49]

11 tinham. 12.9; Jo 12.31; Jo 14.30; Jo 16.11; 2Co 4.4; Ef 2.2; 1Jo 4.4; 1Jo 5.19 o anjo. 1 Abadom. ou seja, um destruidor. Jo 8.44 [50]

 

6 e abriu a boca em blasfêmias contra Deus, f  para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu.

7 Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. g  Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação; h

8 e adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida i  do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. j

[51]

6 e abriu. Jó 3.1; Mt 12.34; Mt 15.19; Rm 3.13 o. 21.3; Jo 1.14; Gr.Cl 1.19; 2.9; Hb 9.2,11,12,24 os que. 4.1,4; 5.13; 7.9; 11.12; 12.12; 18.20; 19.1-6; Hb 12.22,23

7 que pelejasse. 11.7; 12.17; Dn 7.21,25; Dn 8.24,25; Dn 11.36-39; Dn 12.1 ainda autoridade. 10.11; 11.18; 17.15; Êx 9.16; Is 10.15; Is 37.26; Jr 25.9; Jr 27.6,7; Jr 51.20-24; Dn 5.18-23; Lc 4.6; Jo 19.11

8 todos. 3,4,14,15 aqueles cujos. 3.5,20; 12.15; 21.27; Êx 32.32; Is 4.3; Dn 12.1; Lc 10.20; Fp 4.3 Cordeiro. 5.6-9,12; Jo 1.29 desde. 17.8; Ef 1.4; Tt 1.2; 1Pe 1.19,20

[52]

 

7 Quando, porém, se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão

8 e sairá a seduzir as nações que há nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, i  a fim de reuni-las para a peleja. O número dessas é como a areia do mar.

9 Marcharam, então, pela superfície da terra e sitiaram o acampamento dos santos e a cidade querida; j  desceu, porém, fogo do céu e os consumiu.

[53]

7 2

8 a seduzir. 3,10 Gogue. Ez 38.1-39.29 a fim de reuni-las. 16.14 O número. Jz 7.12; 1Sm 13.5; 1Rs 4.20; Is 10.22; Jr 33.22; Hb 11.12

9 Marcharam. Is 8.7,8; Ez 38.9,16; Hc 1.6 e sitiaram. 2Rs 6.15; Mq 2.13; Mt 16.16-18; Lc 19.43; Lc 21.20 o acampamento. Sl 48.1-3; Sl 74.2-4; Sl 125.1,2; Hb 13.13 fogo. 11.5; 13.13; Gn 19.24; Êx 9.23,24; Lv 10.2,3; Nm 11.1; Nm 16.35; 2Rs 1.10-15; Sl 97.3; Sl 106.18; Is 30.33; Is 37.36; Ez 38.22; Ez 39.6; Lc 9.54; Lc 17.29; 2Ts 1.8

[54]

 

4 Ora, se Deus não poupou anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no inferno, os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo; d[55]

4 poupou. 5; Dt 29.20; Sl 78.50; Ez 5.11; Ez 7.4,9; Rm 8.32; Rm 11.21 anjos. Jó 4.18; Lc 10.18; Jo 8.44; 1Jo 3.8; Jd 6 antes. Is 14.12; Mt 8.29; Mt 25.41; Mc 5.7; Lc 8.31; Ap 12.7-9; Ap 20.2,3,10 a. 11; Jd 6 reservando-os. 9; Jó 21.30; Jd 13 [56]

 

6 e a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do grande Dia; h[57]

6 anjos. Jo 8.44 estado original. ou, principado. Ef 6.12 ele tem. Mt 25.41; 2Pe 2.4 para. Mt 8.29; Hb 10.27; Ap 20.10 [58]

 

4 Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis.

5 Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal.

[59]

4 serpente. Jo 8.44 (Vós). 13; Dt 29.19; 2Rs 1.4,6,16; 2Rs 8.10; Sl 10.11; 2Co 2.11; 2Co 11.3; 1Tm 2.14

5 Deus. Êx 20.7; 1Rs 22.6; Jr 14.13,14; Jr 28.2,3; Ez 13.2-6,22; 2Co 11.3; 2Co 11.13-15 (vossos). 7,10; Mt 6.23; At 26.18 como Deus. Êx 5.2; 2Cr 32.15; Sl 12.4; Ez 28.2,9; Ez 29.3; Dn 4.30; Dn 6.7; At 12.22,23; 2Co 4.4; 2Ts 2.4; Ap 13.4,14 conhecedores. 22; 2.17

[60]

 

20 Então, saiu um espírito, e se apresentou diante do Senhor, e disse: Eu o enganarei. Perguntou-lhe o Senhor: Com quê?

21 Respondeu ele: Sairei e serei espírito mentiroso na boca de todos os seus profetas. Disse o Senhor: Tu o enganarás e ainda prevalecerás; sai e faze-o assim.

22 Eis que o Senhor pôs o espírito mentiroso na boca de todos estes teus profetas e o Senhor falou o que é mau contra ti.

[61]

20 saiu um espírito. Jó 1.6; Jó 2.1; 2Co 11.3,13-15

21 espírito mentiroso. 22; Gn 3.4,5 Veja 1Rs 22.21,22; Jo 8.44; 1Jo 4.6; Ap 12.9; Ap 13.14; Ap 20.8 Tu o enganarás. 19; Jz 9.23; Jó 1.12; Jó 2.6; Sl 109.17

22 o Senhor pôs. Êx 4.21; Jó 12.16; Is 19.14; Ez 14.3-5,9; Mt 24.24,25; 2Co 11.11-13; 2Ts 2.9-11; 1Tm 4.1,2 e o Senhor falou. 7,17; 25.18; Is 3.11; Jr 18.11; Mq 2.3; Mt 26.24,25; Mc 14.20,21

[62]

 

na terra.

11 Estende, porém, a mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema j  contra ti na tua face.

[63]

11 Estende, porém. 12; 2.5; Is 5.25 e toca-lhe. 4.5; 19.21; Gn 26.11; Sl 105.15; Zc 2.8 se não blasfema. Heb. se não te blasfema. 5,21; 2.9; Is 8.21; Ml 3.13,14; Ap 16.9,11,21 [64]

 

4 Então, Satanás respondeu ao Senhor: Pele por pele, e tudo quanto o homem tem dará pela sua vida.

5 Estende, porém, a mão, toca-lhe nos ossos e na carne e verás se não blasfema a  contra ti na tua face. b

6 Disse o Senhor a Satanás: Eis que ele está em teu poder; mas poupa-lhe a vida.

[65]

4 e tudo quanto o homem tem. Et 7.3,4; Is 2.20,21; Jr 41.8; Mt 6.25; Mt 16.26; At 27.18,19; Fp 3.8-10

5 Estende, porém. 1.11; 19.20,21; 1Cr 21.17; Sl 32.3,4; Sl 38.2-7; Sl 39.10 se não blasfema. 9; 1.5,11; Lv 24.15; Is 8.21

6 Eis que ele. 1.12 mas. ou, somente. poupa-lhe a vida. 38.10,11; Sl 65.7; Lc 8.29-33; Lc 22.31,32; 1Co 10.13; Ap 2.10; Ap 20.1,2,7 a vida. Maimônides traduz naphsho, “sua alma,” por “sua mente,” ou poderes intelectuais.

[66]

3 Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo?[67]

3 por que. Gn 3.13-17; 1Rs 22.21,22; 1Cr 21.1-3; Mt 4.3-11; Mt 13.19; Lc 22.3; Jo 13.2,27; Ef 6.11-16; Tg 4.7; 1Pe 5.8; Ap 12.9-11 mentisses ao. ou, enganasses. 9; Jó 22.13; Sl 94.7-9; Is 29.15; Jr 23.24; Os 11.12 reservando. Nm 30.2; Dt 23.21; Pv 20.25; Ec 5.4; Rm 2.21,22 [68]

 

10 Ó filho do diabo, m  cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perverter os retos caminhos do Senhor? n[69]

10 Ó filho do. Gn 3.15; Mt 13.38; Jo 8.44; 1Jo 3.8 cheio. 8.20-23; Ec 9.3; Mt 3.7; Mt 15.19; Mt 23.25-33; Lc 11.39; 2Co 11.3 não. 20.30; Jr 23.36; Mt 23.13; Lc 11.52; Gl 1.7 os retos. 18.25,26; Gn 18.19; 2Cr 17.6; Os 14.9; Jo 1.23 [70]

 

3 Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva d  com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo.[71]

3 receio. 29; 12.20,21; Sl 119.53; Gl 1.6; Gl 3.1; Gl 4.11; Fp 3.18,19 assim como. Gn 3.4,13; Jo 8.44; 1Tm 2.14; Ap 12.9; Ap 20.2 assim. 13-15; 2.17; 4.2; Mt 24.24; At 20.30,31; Gl 1.6; Gl 2.4; Gl 3.1; Ef 4.14; Ef 6.24; Cl 2.4,8,18; 2Ts 2.3-11; 1Tm 1.3; 1Tm 4.1-4; 2Tm 3.1-9,13; 2Tm 4.3,4; Tt 1.10; Hb 13.9; 2Pe 2.1-14; 2Pe 3.3,17; 1Jo 2.18; 1Jo 4.1; Jd 4; Ap 12.9 da simplicidade. 1.12; Rm 12.8; Rm 16.18,19 [72]

13 Porque os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transformando-se em apóstolos de Cristo.

14 E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz.

15 Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; j  e o fim deles será conforme as suas obras.

[73]

13 falsos. 15; 2.17; 4.2; Mt 25.24; At 15.1,24; At 20.30; Rm 16.18; Gl 1.7; Gl 2.4; Gl 4.17; Gl 6.12; Ef 4.14; Fp 1.15,16; Cl 2.4,8; 1Tm 1.4-7; 1Tm 4.1-3; 1Tm 6.3-5; 2Tm 2.17-19; 2Tm 3.5-9; 2Tm 4.3,4; 2Pe 2.1-3; 1Jo 2.18; 1Jo 4.1; 2Jo 7-11; Jd 4; Ap 2.2,9,20; Ap 19.20 fraudulentos. Fp 3.2; Tt 1.10,11

14 porque. 3; 2.11; Gn 3.1-5; Mt 4.1-10; Gl 1.8; Ap 12.9

15 Não é. 2Rs 5.13; 1Co 9.11 seus. 13; At 13.10; Ef 6.12; Ap 9.11; Ap 13.2,14; Ap 19.19-21; Ap 20.2,3,7-10 ministros. 23; 3.9 o fim deles. Is 9.14,15; Jr 5.31; Jr 23.14,15; Jr 28.15-17; Jr 29.32; Ez 13.10-15,22; Mt 7.15,16; Gl 1.8,9; Fp 3.19; 2Ts 2.8-12; 2Pe 2.3,13-22; Jd 4,10-13

[74]

 

9 Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, g

10 e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos.

11 É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira,

[75]

AQUI E SOMENTE AQUI, QUANDO O ‘CRENTE’ ENDURECE SEU CORAÇÃO...!!! E SÓ O QUE ELE VÊ E ENTENDE É CERTO...!!! NÃO ACEITA CORREÇÃO...!!! O ETERNO LHE ENVIA A ‘OPERAÇÃO DO ERRO’! E NADA E NINGUÉM PODERÁ LHE MOSTRAR A VERDADE POR SEU CORAÇÃO ESTAR ENDURECIDO E CONFIAR SOMENTE EM SI E EM SUA VERDADE CARNAL. NÃO A DO ETERNO!

9 é. Jo 8.41,44; At 8.9-11; At 13.10; 2Co 4.4; 2Co 11.3,14; Ef 2.2; Ap 9.11; Ap 12.9,17; Ap 13.1-5; Ap 18.23; Ap 19.20; Ap 20.10 e sinais. Êx 7.22; Êx 8.7,18; Dt 13.1,2; Mt 24.24; Mc 13.22; 2Tm 3.8; Ap 13.11-15; Ap 18.23; Ap 19.20

10 engano. Rm 16.18; 2Co 2.17; 2Co 4.2; 2Co 11.13,15; Ef 4.14; 2Pe 2.18; Hb 3.13 aos que. 1Co 1.18; 2Co 2.15; 2Co 4.3; 2Pe 2.12 não acolheram. Pv 1.7; Pv 2.1-6; Pv 4.5,6; Pv 8.17; Mt 13.11; Jo 3.19-21; Jo 8.45-47; Rm 2.7,8; Rm 6.17; 1Co 16.22; Tg 1.16-18 para serem. Jo 3.17; Jo 5.34; Rm 10.1; 1Ts 2.16; 1Tm 2.4

11 por. Sl 81.11,12; Sl 109.17; Is 29.9-14; Jo 12.39-43; Rm 1.21-25,28 Deus. 1Rs 22.18-22; 2Cr 18.18-22; Is 6.9,10; Ez 14.9 para. Is 44.20; Is 66.4; Jr 27.10; Ez 21.29; Mt 24.5,11; 1Tm 4.1

[76]

 

9 E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, h  que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo, sim, foi atirado para a terra, e, com ele, os seus anjos. i[77]

9 o grande. 3,7; Lc 10.18; Jo 12.31 que se. 14,15; 20.2; Gn 3.1,4,13; Is 27.1; Is 65.25 diabo. 9.20; 16.14; 18.2; Mt 4.1,5,8; Mt 13.39; Lc 8.12; Jo 8.44; 1Tm 3.6,7; Hb 2.14; 1Jo 3.8-10; Jd 9 e Satanás. 2.9,13,24; 3.9; 1Cr 21.1; Jó 1.6-12; Jó 2.1; Sl 109.6; Zc 3.1,2; Mt 4.10; Lc 13.16; Lc 22.3,31; At 5.3; At 26.18; Rm 16.20; 2Co 2.11; 2Co 11.14; 2Co 12.7; 2Ts 2.9 sedutor. 13.14; 18.23; 19.20; 20.3,8,10; Mt 24.24; Rm 16.18; 2Co 11.3; Ef 4.14; 2Ts 2.3,9-11; 1Tm 2.14; 2Tm 3.13; 1Jo 5.19 foi atirado. 9.1; Ez 28.16; Lc 10.18; Jo 12.31 para. Jó 1.7; Jó 2.2; Is 14.12; Is 65.25; Jo 14.30; Jo 16.11; 2Co 4.4; 1Pe 5.8 [78]

 

14 Seduz os que habitam sobre a terra p  por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da besta, dizendo aos que habitam sobre a terra que façam uma imagem à besta, àquela que, ferida à espada, sobreviveu;[79]

14 Seduz. 12.9; 18.23; 19.20; 20.3,10; 2Rs 22.20, marg.; Jó 12.16; Is 44.20; Ez 14.9; 2Ts 2.9-12 aos que. 3,4,11,12,15; 14.9,11; 15.2; 16.2; 19.20; 20.4; 2Rs 20.7; Ez 8.10; Ez 16.17; Dn 11.36; 2Ts 2.4 habitam. 3,8 [80]

 

2 Ele segurou o dragão, a antiga serpente, b  que é o diabo, Satanás, e o prendeu por mil anos; c[81]

3 lançou-o no abismo, fechou-o e pôs selo sobre ele, para que não mais enganasse as nações até se completarem os mil anos. Depois disto, é necessário que ele seja solto pouco tempo.

[82]

10 O diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, l  onde já se encontram não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos.[83]

2 segurou. Gn 3.15; Is 27.1; Is 49.24,25; Mt 8.29; Mt 19.29; Mc 5.7; Lc 11.20-22; Jo 12.31; Jo 16.11; Rm 16.20; Hb 2.14 o dragão. 9.11; 12.9,13,15,17; 13.2,4; Jó 1.7; Jó 2.1,2; 1Pe 5.8; 2Pe 2.4; Jd 6

3 lançou-o. 1; 17.8 e pôs. Dn 6.17; Mt 27.66 para que não mais enganasse. 8; 12.9; 13.14; 16.14-16; 17.2; Mt 24.24; 2Co 11.3,13-15; 2Ts 2.9-11 os mil. Sl 90.4; 2Pe 3.8 Depois. 7-10

[84]

10 O diabo. 2,3,8 do lago. 14,15; 19.20 atormentados. 14.10; Mt 25.41,46 [85]

 

8 Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, r  a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte. s[86]

8 aos covardes. Dt 20.8; Jz 7.3; Is 51.12; Is 57.11; Mt 8.26; Mt 10.28; Lc 12.4-9; Jo 12.42,43; 1Pe 3.14,15; 1Jo 5.4,5,10 aos abomináveis. 22.15; Ml 3.5; 1Co 6.9,10; Gl 5.19-21; Ef 5.5,6; 1Tm 1.9,10; Hb 12.24; Hb 13.4; 1Jo 3.15 aos idólatras. 1Co 10.20,21 e a todos. 2.2; Pv 19.5,9; Is 9.15; Jo 8.44; 2Ts 2.9; 1Tm 4.2; 1Jo 2.22 no lago. 19.20; 20.14,15 a saber, a. 20.14 [87]

 

15 Fora ficam os cães, u  os feiticeiros, os impuros, os assassinos, os idólatras e todo aquele que ama e pratica a mentira. v

[88]

QUEM VAI FICAR DE FORA??? OS ESCRITOS ACIMA (NOS DÃO A IDEIA)!!!! POR ISSO EU PROCURO SEMPRE PELA VERDADE DA ESCRITURA SAGRADA! NÃO A DE HOMENS OU DA LETRA? POIS ELA MATA....!!!!

15 Fora. 9.20,21; 21.8,27; 1Co 6.9,10; Gl 5.19-21; Ef 5.3-6; Cl 3.6 cães. Fp 3.2 feiticeiros. 9.21; 18.23; Is 47.9,12; Is 57.3; Ml 3.5; At 8.11; At 13.6-11 impuros. 17.1-6 todo aquele. 21.8,27; 1Rs 22.8,21-23; Is 9.15,16; Jr 5.31; Jo 3.18-21; Jo 8.46; 2Ts 2.10-12 [89]

 

ALGUMA REFERÊNCIA A PASSAGEM DE DEUTERONÔMIO 32,39NENHUMA! NÃO É MESMO! POR QUE SERÁ ENTÃO? VEJA:

EU TERMINO O ESTUDO COM ESSAS ÚLTIMAS REFERÊNCIAS DO ESTUDO DE JOÃO 8,44:

46 Quem dentre vós me convence de pecado? c  Se vos digo a verdade, por que razão não me credes?[90]

 

10 e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos.

11 É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira,

12 a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.

 

Load Previous Comments
  • anselmo estevan

    Qal

    ele quebrou

    ele enviou

    Piel

    ele quebrou em pedaços, ele esmagou

    ele mandou embora, expulsou

    2) Algumas vezes o Piel introduz um novo sentido à forma Qal.

    ele contou ele relatou, contou

    ele completou ele pagou, recompensou

    ele aprendeu ele ensinou

    3) O Piel expressa uma ação “repetida” ou “prolongada”.

    ele pulou ele saltou, saltitou

    4) Alguns verbos intransitivos no Qal tornam-se transitivos no Piel.

    ser forte fortalecer, fortificar

    tornar-se grande engrandecer

    Pual

    Pual

    Pual é o “passivo” do Piel - ver 8840

    Piel

    ele esmagou

    ele contou

    Essa forma representa 0,7% dos verbos analisados.

    Pual

    isso foi esmagado

    isso foi contado

    [3]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H7523

    DITAT DITAT corresponde à obra de R. Laird Harris, Gleason L. Archer Jr. e Bruce K. Waltke, Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento (publicado pelas Edições Vida Nova, www.vidanova.com.br). O número que aparece ao lado da sigla DITAT corresponde ao verbete deste dicionário, que pode ser consultado para maior aprofundamento.

    [4]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H310

    DITAT DITAT corresponde à obra de R. Laird Harris, Gleason L. Archer Jr. e Bruce K. Waltke, Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento (publicado pelas Edições Vida Nova, www.vidanova.com.br). O número que aparece ao lado da sigla DITAT corresponde ao verbete deste dicionário, que pode ser consultado para maior aprofundamento.

    [5]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H310

    [6]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H8679

    TDNT TDNT corresponde à obra de Gerhard Kittel, Theological Dictionary of the New Testament. Ao lado da sigla TDNT, o primeiro número (ex.: 1:232) remete ao volume e ao verbete a ser consultado na coleção de 8 volumes da obra de Kittel; o segundo número remete ao verbete da obra condensada em um único volume por G. W. Bromiley.

    [7]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H8679

    TDNT TDNT corresponde à obra de Gerhard Kittel, Theological Dictionary of the New Testament. Ao lado da sigla TDNT, o primeiro número (ex.: 1:232) remete ao volume e ao verbete a ser consultado na coleção de 8 volumes da obra de Kittel; o segundo número remete ao verbete da obra condensada em um único volume por G. W. Bromiley.

    [8]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H8679

    TDNT TDNT corresponde à obra de Gerhard Kittel, Theological Dictionary of the New Testament. Ao lado da sigla TDNT, o primeiro número (ex.: 1:232) remete ao volume e ao verbete a ser consultado na coleção de 8 volumes da obra de Kittel; o segundo número remete ao verbete da obra condensada em um único volume por G. W. Bromiley.

    [9]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H8679

    TDNT TDNT corresponde à obra de Gerhard Kittel, Theological Dictionary of the New Testament. Ao lado da sigla TDNT, o primeiro número (ex.: 1:232) remete ao volume e ao verbete a ser consultado na coleção de 8 volumes da obra de Kittel; o segundo número remete ao verbete da obra condensada em um único volume por G. W. Bromiley.

    [10]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H8679

    TDNT TDNT corresponde à obra de Gerhard Kittel, Theological Dictionary of the New Testament. Ao lado da sigla TDNT, o primeiro número (ex.: 1:232) remete ao volume e ao verbete a ser consultado na coleção de 8 volumes da obra de Kittel; o segundo número remete ao verbete da obra condensada em um único volume por G. W. Bromiley.

    [11]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H8679

    [12]Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. H8679

  • anselmo estevan

    [91]


    ativa.

    Exemplos:

    ele sentou, ele comeu, ele foi, ele disse, ele levantou, ele comprou

    Esta forma representa 66.7% dos verbos analisados.

    [1]Sociedade Bíblica do Brasil: Bíblia De Estudo Almeida Revista E Atualizada. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005, S. Dt 32:39

    [2]Sociedade Bíblica do Brasil: Concordância Exaustiva Do Conhecimento Bíblico. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002; 2005, S. Dt 32:38-39

    DITAT DITAT corresponde à obra de R. Laird Harris, Gleason L. Archer Jr. e Bruce K. Waltke, Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento (publicado pelas Edições Vida Nova, www.vidanova.com.br). O número que aparece ao lado da sigla DITAT corresponde ao verbete deste dicionário, que pode ser consultado para maior aprofundamento.

    Qal

    Qal

    Qal é o paradigma verbal mais freqüentemente empregado. Expressa a ação “simples” ou “causal” da raiz na voz

    Nifal

    Nifal

    1) O Nifal é o “passivo” do Qal - ver 8851

    Qal

    ele viu

    ele viu o anjo

    ele enviou

    ele criou isso

    Nifal

    ele foi visto, apareceu

    o anjo foi visto

    ele foi enviado

    foi criado

    1) O Nifal algumas vezes expressa uma ação “reflexiva”.

    ele vigiou ele foi vigiado, também

    ele se protegeu

    1) Diversos verbos usam o Nifal, embora expressem ação simples

    e são traduzidos na voz ativa. São exemplos comuns:

    ele lutou, ele permaneceu, ele jurou, ele entrou

    Essa forma representa 6.0% dos verbos analisados.

    Piel

    Piel

    1) O Piel normalmente expressa uma ação “intensiva” ou “intencional”.

  • anselmo estevan

     

    HOMICIDA
    Assassino (Is 1.21; At 3.14). V. CIDADES DE REFÚGIO.

    V. ver
    Kaschel, Werner ; Zimmer, Rudi: Dicionário Da Bíblia De Almeida 2ª Ed. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005
     21 Como se fez prostituta a cidade fiel! a  Ela, que estava cheia de justiça! Nela, habitava a retidão, mas, agora, homicidas.
    a a 1.21 Jr 3.6-10; Ez 16.15-36; 23.1-49.
    Sociedade Bíblica do Brasil: Bíblia De Estudo Almeida Revista E Atualizada. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005, S. Is 1:21
     14 Vós, porém, negastes o Santo e o Justo j  e pedistes que vos concedessem um homicida.
    j j 3.13-14 Mt 27.15-26 e paralelos. Os títulos Santo e Justo são aplicados a Cristo (Mc 1.24; At 7.52; 22.14; 1Jo 2.1) e baseiam-se em conceitos do AT (2Sm 23.3-4; Is 32.1; 53.11; Zc 9.9).
    Sociedade Bíblica do Brasil: Bíblia De Estudo Almeida Revista E Atualizada. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005, S. At 3:14
     
    CIDADES DE REFÚGIO
    Seis cidades para onde podiam fugir e em que podiam permanecer os que matassem alguém sem querer (Nm 35.9-34).

    Kaschel, Werner ; Zimmer, Rudi: Dicionário Da Bíblia De Almeida 2ª Ed. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005
     
    9 Disse mais o Senhor a Moisés:
    10 Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Quando passardes o Jordão para a terra de Canaã,
    11 escolhei para vós outros cidades que vos sirvam de refúgio, para que, nelas, se acolha o homicida que matar alguém involuntariamente.
    12 Estas cidades vos serão para refúgio do vingador do sangue, c  para que o homicida não morra antes de ser apresentado perante a congregação para julgamento.
    13 As cidades que derdes serão seis cidades de refúgio para vós outros.
    14 Três destas cidades dareis deste lado do Jordão e três dareis na terra de Canaã; cidades de refúgio serão.
    15 Serão de refúgio estas seis cidades para os filhos de Israel, e para o estrangeiro, e para o que se hospedar no meio deles, para que, nelas, se acolha aquele que matar alguém involuntariamente.
    Execução do homicida
    Dt 19.11-13
    16 Todavia, se alguém ferir a outrem com instrumento de ferro, e este morrer, é homicida; o homicida será morto.
    17 Ou se alguém ferir a outrem, com pedra na mão, que possa causar a morte, e este morrer, é homicida; o homicida será morto.
    18 Ou se alguém ferir a outrem com instrumento de pau que tiver na mão, que possa causar a morte, e este morrer, é homicida; o homicida será morto.
    19 O vingador do sangue, ao encontrar o homicida, matá-lo-á.
    20 Se alguém empurrar a outrem com ódio ou com mau intento lançar contra ele alguma coisa, e ele morrer,
    21 ou, por inimizade, o ferir com a mão, e este morrer, será morto aquele que o feriu; é homicida; o vingador do sangue, ao encontrar o homicida, matá-lo-á.
    Privilégios oferecidos pelas cidades de refúgio
    Dt 19.4-10
    22 Porém, se o empurrar subitamente, sem inimizade, ou contra ele lançar algum instrumento, sem mau intento,
    23 ou, não o vendo, deixar cair sobre ele alguma pedra que possa causar-lhe a morte, e ele morrer, não sendo ele seu inimigo, nem o tendo procurado para o mal,
    24 então, a congregação julgará entre o matador e o vingador do sangue, segundo estas leis,
    25 e livrará o homicida da mão do vingador do sangue, e o fará voltar à sua cidade de refúgio, onde se tinha acolhido; ali, ficará até à morte do sumo sacerdote, que foi ungido com o santo óleo.
    26 Porém, se, de alguma sorte, o homicida sair dos limites da sua cidade de refúgio, onde se tinha acolhido,
    27 e o vingador do sangue o achar fora dos limites dela, se o vingador do sangue matar o homicida, não será culpado do sangue.
    28 Pois deve ficar na sua cidade de refúgio até à morte do sumo sacerdote; porém, depois da morte deste, o homicida voltará à terra da sua possessão.
    29 Estas coisas vos serão por estatuto de direito a vossas gerações, em todas as vossas moradas.
    30 Todo aquele que matar a outrem será morto conforme o depoimento das testemunhas; mas uma só testemunha não deporá contra alguém para que morra. d
    31 Não aceitareis resgate pela vida do homicida que é culpado de morte; antes, será ele morto. e
    32 Também não aceitareis resgate por aquele que se acolher à sua cidade de refúgio, para tornar a habitar na sua terra, antes da morte do sumo sacerdote.
    33 Assim, não profanareis a terra em que estais; porque o sangue profana a terra; nenhuma expiação se fará pela terra por causa do sangue que nela for derramado, senão com o sangue daquele que o derramou.
    34 Não contaminareis, pois, a terra na qual vós habitais, no meio da qual eu habito; pois eu, o Senhor, habito no meio dos filhos de Israel.

    c c 35.12 Para refúgio do vingador do sangue: Vingar a morte do parente assassinado era um costume tradicional no Antigo Oriente e uma forma primitiva de fazer justiça numa sociedade em que não havia tribunais. A lei mosaica suavizou e regulamentou esse antigo costume, estabelecendo cidades de refúgio ou de asilo e prescrevendo um procedimento jurídico formal para os que haviam matado alguém acidentalmente (vs. 15,22-25). Quando alguém cometesse um assassinato intencionalmente, o parente mais próximo da vítima, também chamado de vingador do sangue (hebr. goel), era o encarregado de executar a sentença de morte (vs. 19,21). Ver Gn 27.45, n.
    d d 35.30 Dt 17.6; 19.15.
    e e 35.31 Outros povos do Antigo Oriente, como os hititas, permitiam resgatar com dinheiro um assassino condenado à morte.
    Sociedade Bíblica do Brasil: Bíblia De Estudo Almeida Revista E Atualizada. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005, S. Nm 35:34