Uniao de Blogueiros Evangelicos

Texto Base: Efésios 1:19; 2:7; 3:10 Quando abordamos o assunto Provisão de Deus temos pela frente um assunto de imensa profundidade. Porém antes de qualquer coisa devemos dizer que a provisão de Deus é um subproduto da obediência. A provisão jamais será um salário pago por Deus por nossos trabalhos realizados ou por serviços que tenhamos prestado ao seu reino. Jesus nos prometeu que se buscarmos o Reino e a Justiça de Deus todas as demais coisas nos seriam acrescentadas. Em outras palavras Cristo estava dizendo que tudo o que precisarmos para viver de maneira justa como súditos do reino nos será fornecido. Mas para que essa promessa seja cumprida uma exigência é feita, que nossos desejos, nossa vontade, nossa mente, sejam submissos ao Rei.

No entendimento de Deus a obediência deve começar no coração (internamente) e se manifestará em nossas atitudes e em nossos comportamentos. Toda obediência que não seguir esse caminho é falsa e se constitui em aparências exteriores com o intuito de manipular a Deus. É lógico que esta falsa obediência irá fracassar, pois não irá surtir nenhum efeito da liberação das provisões de Deus. A obediência não é apenas uma mudança de comportamento, não é simplesmente respeitar leis, regras e regulamentos. Podemos ter atitudes corretas, obedecer leis e regulamentos e ainda possuirmos um coração rebelde, desobediente e afastado de Deus.

Dessa forma a provisão abundante de Deus e a prosperidade estão claramente ligadas à obediência. A providência de Deus é ilimitada e atende a todas as áreas de nossa vida. Deus tem um armazém de tesouros incomparáveis e riquezas infinitas, enfim tudo o que possamos precisar ou imaginar Deus tem a disposição daqueles que obedecem.

Deus tem dado grandes e preciosas promessas para que por elas nos tornemos participantes de sua natureza divina. Mas estas promessas de Deus não são unilaterais, muitas delas são condicionais: Qualquer coisa que Lhe pedimos, a recebemos porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável a Sua vista. Portanto o coração que se firma nas promessas de Deus e se alimenta destas promessas com toda certeza alcançara a vitória final.

Huuum, mas nosso título fala de três provisões!

Sim, e é sobre elas que queremos abordar neste momento, mas era necessário que se dizer que as provisões de Deus são ilimitadas. Contudo, o livro de Efésios nos relata sobre a tripla provisão de Deus para o ser humano:

1ª Provisão: sobreexcelente grandeza de seu Poder (Efésios 1:19). Muitas pessoas sonham em ser poderosa, outras se lastimam de não o ser. Para a maioria das pessoas ter poder significa fazer o que se quer, tirar proveitos em situações, alcançar o que se deseja, dar vazão ao seu egoísmo. O poder humano corrompe e é corruptor.

Ao falarmos em Poder Divino estamos falando de algo completamente diferente. Temos uma pequena amostra desse poder em Cristo Jesus que acalmou tempestades, curou enfermos, ressuscitou mortos, perdoou pecados, curou enfermos (fez paralíticos andar, cegos enxergar, surdos ouvir, mudos falar, leprosos serem limpos, etc), deu esperança para um mundo que estava perdido e estimulou nossa fé. Observe que Jesus fez todas estas coisas com um único objetivo: mostrar o seu amor pelo próximo. Ele não pensou em si mesmo, Ele nada fez em proveito próprio. Se não fosse assim Ele teria recuado diante da morte e da cruz. Porém Ele não fugiu nem recusou de ser crucificado. Ele demonstrou o Poder do amor, Ele aceitou o sacrifício porque era feito a nosso favor.

Observe que a idéia de Poder para Deus é diferente daquela que temos, pois quando falamos em poder a primeira idéia que surge é a manifestação de força capaz de colocar por terra todos os problemas da raça humana. É verdade que só Deus é capaz de acabar com todas catástrofes e misérias humanas. No entanto, a maior de todas as manifestações do poder divino que Ele nos apresenta é a concessão do PERDÃO a todos nós, sem nenhuma exceção.

O poder de Deus que hoje opera é o poder do amor, do perdão, do novo nascimento, da transformação, da mudança interior que é realizada em nós e no que somos cujos resultados são eternos, que nos torna seus filhos, para que pertençamos a sua família e possamos viver com Ele eternamente.

É verdade que chegará o dia em que esse poder criará novos céus e nova terra, haverá uma mudança em toda natureza, ela voltará a ser como era antes e então definitivamente todas as coisas habitará em justiça.

2ª Provisão: As abundantes riquezas de Sua Graça (Efésios 2:7). O homem só pode conhecer a Deus quando ele conhece a sua Graça, isto é, experimenta o que Ele nos oferece sem que para isso tenhamos qualquer merecimento. A maior dificuldade do homem é reconhecer que não tem nenhuma virtude, nenhum mérito diante de nosso Criador que venha lhes dar direito a receber qualquer coisa da parte de Deus. O homem vive se enganando, muitos acreditam que por causa de sua religiosidade, de suas obras, de sua caridade, dos esforços próprios e de sacrifícios têm merecimento. Quem assim pensa, acredita que pode comprar ou merecer a salvação divina. Tais pessoas se esquecem que Deus jamais nos cobraria aquilo que nós não podemos dar. Ai é que entra a graça de Deus. Ele nos dá a vida eterna sem nenhum merecimento da pessoa humana. A única coisa que Deus quer de cada um de nós é nós mesmos, isto é, Ele nos quer da forma que somos, da maneira que nos encontramos para que Ele possa fazer em nós uma reforma interior. Deus sabe que toda a nossa boa vontade, toda a nossa força, toda nossa disposição não é suficiente para nos mudar por dentro e nos restituir a beleza (semelhança com Deus) perdida com o pecado.

O que muitas pessoas se esquecem é que Deus não está interessado em religião. Hoje, ontem e sempre existiram alternativas religiosas para todos os gostos, nunca faltou opção para ninguém. Muitos defendem suas religiões (placas de igrejas) com unhas e dentes e se esquecem que para Deus nenhuma religião é válida, pois para Deus não basta o homem ter uma religião (muitas vezes milenar) com profundas raízes de tradição. Se a religião fosse válida não precisaria Cristo ter vindo a esta terra e ser pendurado no madeiro. Se a religião fosse válida o sacrifício efetuado por Cristo seria dispensável. Porém, as Escrituras Sagradas atestam justamente a validade do sacrifício efetuado por Cristo. Esse sacrifício por Ele efetuado nos dá a certeza da Graça de Deus, pois Jesus exclamou num brado de vitória: Tudo está consumado. Desta forma, os que conhecem a Graça de Deus somos invadidos por um sentimento de gratidão, somos levados a abandonar todas as ilusões, pessimismos e indiferenças para nos firmar nas promessas deixadas por Deus e experimentarmos de seu amor que é responsável pelas transformações internas em nós. Não é a religião que nos muda, embora seja ela o primeiro caminho que trilhamos para conhecer algo maior que é a Graça de Deus. Uma vez conhecida tal Graça, passamos a desfrutar da intimidade com o nosso Criador.

Quando eu falei que Deus quer a nós, eu não estava falando nenhuma besteira. Deus se revela na natureza, criada por Ele. Cada elemento da criação de Deus foi feito para glorificar o Seu nome, e nós fazemos parte desta natureza, fomos criados por Deus. Ele sabia que o homem iria cair, porém Ele fez lá no monte Calvário um enorme açude de Graça, não com água mas com sangue, para que esse sangue derramado por Seu Filho pudesse regar o coração dos pecadores. Para entender a Graça de Deus é preciso entender o que se passou no Calvário e com esse entendimento venhamos louvar e Glorificar a Deus. Permitir que a vontade de Deus venha imperar em nossos corações é o caminho para a salvação e para termos um relacionamento íntimo com Deus e possamos desfrutar das abundantes riquezas de sua Graça. Talvez você não alcance essa grandeza neste mundo, mas o amanhã será eterno e glorioso e durará para sempre na companhia de nosso Criador.

Então a Graça é o instrumento de Deus para trazer salvação para todo aquele que crê, é a provisão de Deus de comunhão espiritual com as pessoas e a influência criativa de Deus para que as pessoas venham a cumprir os seus propósitos. Por isso a Graça de Deus é gratuita e maravilhosamente rica, pois o próprio doador pagou o alto preço para que nós fossemos capacitados a andar nos seus caminhos e nos suprir de força suficiente para fazê-lo.

3ª Provisão: A Igreja. Agora, pela Igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus (Efésios 3:10). O conceito bíblico de igreja refere-se a um corpo de pessoas chamadas para fora do pecado, para serem santos. O apostolo Paulo nos certifica que a "Igreja de Deus” foi comprada com o seu próprio sangue. Isto quer dizer Jesus não morreu para comprar terra e edifícios, nem para estabelecer alguma instituição. Ele morreu para comprar as almas dos homens e mulheres que estavam mortos no pecado, mas que agora têm salvação e esperança de vida eterna. A Igreja de Deus é denominada de Corpo de Cristo, do qual Ele é a cabeça. Assim como o corpo humano não pode sobreviver separado da cabeça, não podemos viver sem nossa cabeça, Jesus Cristo. Desta forma todos os Discípulos de Jesus são membros do corpo. Logo a Igreja de Deus não é um edifício material, mas o santuário e a habitação do Senhor. Nós somos templos do Espírito Santo. Somos, portanto um edifício espiritual.

O homem por causa de suas ”convicções religiosas” fazem uma divisão do corpo de Cristo através de diferentes denominações, esquecendo-se o corpo é um só, com uma única cabeça. As pessoas muitas vezes se confundem e passam a honrar pessoas e mesmo denominações, ressaltando pontos específicos de doutrinas, deixando de lado a verdade. Há uma só unidade e a unidade dos salvos é baseada no nome e na doutrina de Cristo. Fora deste nome (Cristo) não há salvação. Devemos fazer tudo pela autoridade de Jesus ou em Seu Nome esta unidade é possível somente quando falamos e pensamos a mesma coisa, que é a doutrina de Cristo. Jesus foi crucificado por nós e somos batizados em seu nome. Somente Jesus, e não homens ou denominações merecem nossa dedicação e honra. Portanto não existirá uma igreja verdadeira sem união vital dos seus membros na formação do Corpo de Cristo.

A Bíblia apresenta a igreja como o povo de Deus, um agrupamento de pessoas redimidos como fruto da morte de Cristo, um povo que não pertence a esta terra, cujo dever é cultivar uma comunhão real e pessoal com Deus. Ela foi chamada para deixar o mundo e ingressar no reino de Deus.

A igreja é a coluna e o fundamento da verdade, funcionando com alicerce que sustenta a verdade e conserva-a integra, defendendo-a contra deturpadores e falsos mestres, esperando unidos pela fé viva em Cristo por sua volta para buscar o seu povo.

Contando nesta batalha com o Espírito Santo que está na igreja e a enche, tornando cada membro num guerreiro que maneja a Palavra viva de Deus, libertando as pessoas do domínio de Satanás e anulando todos os poderes das trevas.

Caro irmão, quisemos aqui ressaltar as três provisões de Deus: o Poder, a Graça e a Igreja, mas queremos enfatizar que as provisões de Deus são justas e suficientes, mas dependem da obediência, pois não é, como já frisamos, um salário pago por trabalhos realizados por nós. Lembre-se que a mesma graça que levou nossos pecados é a que nos dá a provisão. Todos nós fomos chamados para ajudar na colheita das almas, porque somos membros da família de Deus. Ele, como Pai quer ser intimo de nós, como filhos devemos nos aproximar e estreitar essa intimidade, pois Ele é a nossa provisão. Devemos portanto dar a Deus o privilégio de revelar a Sua Glória ao satisfazer as nossas necessidades da forma que Ele escolhe, seja qual for a forma escolhida. Aprenda a depender d’Ele, confiar nele. Deus não pode nos usar em tarefas maiores do que nossa capacidade permite.

Sua provisão está ao nosso dispor, vamos tomar posse, superando obstáculos e nos preparar para tarefas futuras bem maiores que as passadas. Vença o orgulho, o medo, o ressentimento e hábitos que não são sadios a nossa vida espiritual. Lembre-se que a orientação de Deus é sempre surpreendente, muitas vezes ilógica segundo a visão humana, mas uma vida com propósito sabe que nada acontece por acaso quando Deus está no controle.

E ele continua no controle de todas as coisas!!!

Fique na Paz de Cristo.

Visite: afontedeaguaviva.blogspot.com / pastorgilbertopratas.hd1.com.br

Exibições: 88

Comentar

Você precisa ser um membro de Uniao de Blogueiros Evangelicos para adicionar comentários!

Entrar em Uniao de Blogueiros Evangelicos

© 2014   Criado por UBE/Administrador.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço